ITNJ- Cursos livres teológicos. Dísciplinas compostas de conhecimentos bíblicos e sobre vários temas históricos e atuais. Cursos presenciais e a distância informações pelo instnj@hotmail.com

sábado, 26 de setembro de 2015

DIAS DIFÍCEIS

Jó medita sobre a brevidade da vida

JÓ 14:1 e 2 "O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietação.
- Nasce como a flor e murcha; foge como a sombra e não permanece."
As palavras de Jó doam como se viessem de um homem que está sofrendo. E ele está. Mas ele não está alucinado. Ele está certo.
Pelo fato de termos nascido num mundo pecador, os nossos dias na terra são contados e certamente estão sujeitos a provações e dificuldades.
Não acredite na mentira de que "Deus é injusto", só porque você está enfrentando problemas. Esses são precisamente os tempos quando repousamos na verdade de que Deus é o único provedor de paz e conforto.

Deus não promete que não teremos dificuldades. A aliança de Deus conosco é que não experimentaremos dificuldades sem a presença Dele.  
Deus nos ajude nas nossas dificuldades e nos faça muito mais resistentes nas horas difíceis.
Fiquem na paz de Jesus.
Pr. Dalmo

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

CULPADO DAS ACUSAÇÕES

UM MUNDO SEM CULPA


Nos últimos tempos, adotamos a mentalidade do "eu não me responsabilizo". É uma sociedade sem culpa. Se fizermos alguma coisa errada, não é nossa culpa. Pode ser uma falha de nossa mãe, de nosso pai ou até mesmo de Deus, mas nunca nossa.
Imaginemos a seguinte cena. Depois da queda, Adão passeava com seus dois filhos, Caim e Abel. Quando passaram diante dos portões do Jardim do Éden, um dos meninos pergunta: "Papai que lugar é este?". O  Pai responde: "Foi deste lugar que fomos expulsos, porque sua mãe comeu de certa fruta". Adão tratou a responsabilidade da mesma forma como o homem moderno a trata: colocou a culpa em sua mulher.
"TU ÉS ESTE HOMEM?"
O pano de fundo do Salmo 51 é o episódio que o profeta Natã confronta davi com a história de um delito. "Rei Davi, a cordeirinha de um homem pobre foi roubada e assada por um homem rico que estava dando uma festa. O que deve ser feito?" O rei prontamente responde a indagação do profeta: "Este homem deve morrer!" Natã olha diretamente para o rosto lívido do rei e diz: "Tu és este homem?"
O rei deve ter caído do trono. As fontes de sua alma se romperam quando o remorso, a vergonha, a culpa e a ansiedade foram liberados numa enxurrada de lágrimas. Ele se achega a Deus, soluçando e diz: "Tem misericórdia de mim, ó Deus... Porque eu conheço as minhas transgressões" SALMO 51:1 à 3.
UMA RESPOSTA HUMILDE E HUMANA
Sem nenhuma hesitação, ele assumiu toda a responsabilidade. Como rei, ele tinha poder absoluto, vivendo longe do alcance do povo. Por que confessar? Não havia nenhum repórter esperando á porta para perguntar: "é verdade que um funcionário seu arrumou-lhe um encontro com Bate-Seba?". Ninguém mais sabia sobre aquilo.
Davi confessa suas "transgressões... iniquidades e pecado". Ele admite que o pecado foi todo seu, sem mencionar em momento algum o nome de Bat-Seba. Um homem moderno sairia com a seguinte frase: "Ela é a culpada. Quem mandou se banhar na sacada de seu apartamento numa noite enluarada? Ela deveria ter colocado uma cortina. Isso foi uma cilada!" Ou então: "Natã, seu puritano! Você está por fora da nova moralidade!" Davintambém não tentou culpar Urias.
AS TRÊS PARTES DA CONFISSÃO DE DAVI
A confissão de Davi tem três partes - num único arrependimento repetido três vezes, mas três abordagens diferentes do arrependimento. "Minhas transgressões" ´e a rebelião aberta contra Deus, é fazer uma coisa mesmo sabendo que é errada. "Minha iniquidade" se re fere ao engano de Davi ao tentar esconder o seu pecado. Davi assassinou Urias na tentativa de camuflar a gravidez de Bate-Seba. Essa coisa de pecado oculto não pode existir. Mais cedo ou mais tarde, Deus expõe todo o erro, e isso é anunciado em voz alta do ponto mais alto. "Meu pecado" é o assassinato de Urias, rompendo assim seu relacionamento com Deus.
Amigo leitor, nunca tente transferir sua culpa para os outros. Deus não dorme e é Oniciente e Onipresente (conhece todas as coisas).
Deus abençoe a todos. Fiquem na paz de Jesus.
Pr. Prof. Dr. Dalmo Micielli Dourado   

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

FOI MORAR NO CÉU

LUTO


No dia 14 passado, partiu para a eternidade com Deus, a minha velha mãezinha.
Sei que por ser uma serva de Deus fiél, com 55 anos de fé, após 63 anos de casamento com meu pai, que também já está com o Senhor Jesus, dedicou a sua vida principalmente para a família.
Agradeço a todos os que sempre nos acompanharam, mesmo nas horas mais difíceis. Foram dias de angústia e dor, mas, Deus teve misericórdia e recolheu a nossa exemplar mulher, mãe, serva de Deus.
Sou muito agradecido a ela, pelo carinho, amor, conselhos e preocupações diária comigo e minha família. 
Fiz tudo o que podia e estava ao meu alcance segundo a graça que Deus me concedeu.
Sei que está em um lugar especial e descanço, aguardando a ressurreição dos justos.
Está nos aguardando desde agora.
Que o Espírito Santos no console a todos.
Obrigado por tudo.
Fiquem na paz de nosso Senhor Jesus Cristo.

Pr. Dalmo Micielli Dourado e família.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

BATALHA ESPIRITUAL



Batalha Espiritual

Efésios 6:12 "Porque a nossa luta não é contra a carne e nem contra o sangue, mas, contra os principados, contra as potestades, contra os espíritos maldosos que se manifestam nos lugares celestiais."
Nós temos tres tipos de batalhas:
1a.) No campo a nível de solo - Aqui neste plano nós travamos uma luta pessoal. São pessoas que nos afrontam dia a dia em todos os sentidos. São ciúmes, invejas, olhos altivos, desejos incontidos, enfim, são lutas contra inimigos visíveis.
Batalhamos muitas vezes em uma luta inglória. pessoas obstinadas desejando o que é seu. Não importa o tipo de inveja. Invejam a sua familia, os seus pertences, tudo aquilo que você onquistou a duras penas.
Até mesmo no seio da nossa igreja, enfrentamos batalhas tremendas que muitas vezes nos levam ao abismo da decepção.
2a.) No campo à nível cósmico - Esta batalha é travada a nível espiritual. Você não encherga com os olhos naturais. São maquinações e estratégias malignas usadas pelo diabo e os seus anjos contra até mesmo os róprios escolhidos de Deus.
Neste campo devemos de prestar muita atenção e estarmos preparados, pois, somente venceremos através de muito jejum e oração. É preciso uma vida consagrada a Deus.
3a.) No campo da Comunidade - Aquitemos uma batalha estratégica no meio da comunidade, do bairro, da cidade, enfim, do país e no mundo inteiro. Dependendo do lugar aonde vivemos, a proliferação dos vícios, dos crimes, da corrupção, etc.,ficamos encurralados no meio do fogo cruzado do maligno.
Você é capaz de vencer esta batalha, se você estiver ungido e no serviço pleno do mestre.
Amados, lute sim, mas, primeiramente você deve conhecer contra quem você está lutando. Não lute contra as pessoas, ore por elas. Ore jejue, consagre, santifique, busque a vitória pelo poder que há no nome do Senhor Jesus.
Deus nos ajude a vencer. Que a paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Pr. Dalm M. Dourado 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

PLANEJADO PARA AGRADAR A DEUS

Apocalipse 4:11 "Tu criaste todas as coisas, e é para o teu agrado que elas existem e foram criadas."

VOCÊ FOI PLANEJADO PARA AGRADAR A DEUS.
No instante em que você nasceu aqui neste  mundo, Deus estava lá como testemunha invisível sorrindo ao assistir seu nascimento. Ele quis que você vivesse, e a sua chegada lhe deu enorme prazer. Deus nprecisava criar você, mas escolheu criá-lo para a satisfação Dele.
Dar satisfação a Deus, vivendo para seu prazer, é o primeiro propósito de sua vida. Quando você tiver compreendido plenamente essa verdade, jamais voltará a se sentir insignificante, pois isso prova o valor que você tem. Se você é tão importante para Deus, e Ele o considera valioso o suficiente para mantê-lo consigo por toda a eternidade, que maior relevância você poderia alcançar? Você é um filho de Deus e proporciona prazer ao coração Dele como nada mais que nos tornaria seus filhos, por meio do Senhor Jesus Cristo, pois este era o seu prazer e a sua vontade.
Um dos maiores dons que Deus lhe deu foi capacidade de apreciar o prazer. Ele o dotou com cinco sentidos e emoções, para que você pudesse experimentá-lo. Ele deseja que você aprecie a vida, não se limitando a apenas suportá-la. O motivo pelo qual você pode sentir prazer é que Deus o fez à sua imagem. Nós nos esquecemos com frequência de que Deus tem também tem emoções. Ele possui sentimentos intensos. A Bíblia diz que Deus sofre, fica enciumado e enolerizado, sente compaixão, piedade, triteza e comiseração, bem como alegria, trgozijo e satisfação. Deus ama, se deleita, sente prazer, exulta, desfruta e até mesmo ri.
Deus nos faça entender o planejamento de Deus para cada um de nós.
O Senhor Jesus vos abençoe sempre.
Fiquem na paz de Jesus.
Pr. Dalmo M. Dourado 

quinta-feira, 30 de abril de 2015

A URGÊNCIA DE MISSÕES MUNDIAIS

"E os pagãos da África?" era a pergunta favorita dirigida aos perplexos crentes. Esta pergunta continha um toque racista que sugeria algum tipo de qualidade inferior ou infantil dos africanos fazendo-os parecer que necessitavam de proteção. Hoje, esta pergunta está um pouco desatualizada atualmente porque algumas partes da África são mais cristãs do que muitas partes da Euripa e da América do Norte.
  1. Mas o assunto permanece. Deus julgará pessoas que nunca ouviram sobre a salvação em Cristo? Ele condenará os adeptos sinceros de outras religiões?
Deus é justo
Quando abordamos este assunto, devemos nos lembrar de que Deus é justo no caráter e tratamento com as pessoas (Gênesis 18:25; Jó 34:12). Quando chegamos ao final das evidências disponíveis e de nossa habilidade de raciocinar em cima daquela evidência, podemos confiar que Deus é justo no tratamento com as pessoas.
Afinal, a Bíblia diz que Deus "tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo" (Atos 17:31). A Bíblia também afirma que ninguém é ignorante à respeito da existência de Deus e da natureza  básica por causa da revelação geral de Deus através da criação. (Salmos 19: 1 à 4; Romanos 1:19 e 20). As Escrituras, de fato, sugerem que o julgamento de Deus leva em consideração até que ponto a pessoa teve revelação durante sua vida (Mateus 11:21 à 24; Lucas 12:47 e 48; Hebreus 2:2 e 3).
O mais importante é que o julgamento de Deus está baseado no perdão que as pessoas obtiveram, e não no conhecimento que elas tem de Deus e em que religião ela foi educada. As pessoas são separadas de Deus por causa do pecado, e não geográficamente ou teologicamente.
Nossa responsabilidade missionária
A próxima pergunta é "Deus providenciou que a mensagem de perdão através da morte de Cristo se espalhasse pelo globo?" Sim, ele providenciou. Jesus comissionou seus discípulos para que iniciassem a tarefa de evangelizar o mundo (Mateus 28:19 e 20) precisamente para que todos na terra tivessem a oportunidade de conhecer o perdão do pecado (1a. Timóteo 4:2; 1a. Pedro 3:9). Por causa do crescimento da Igreja de Cristo num verdadeiro corpo mundial e porque a população mundial atual contém um percentagem significativa de todas as pessoas que já viveram na terra, a responsabilidade missionária da igreja no início do terceiro milênio é singula e de um significado gigantesco.
Esta responsabilidade de compartilhar as boas novas do perdão dos pecados através da morte de Jesus na cruz não é tarefa exclusiva dos missionários profissionais. Todos os que são discípulos de Jesus tem esta missão. A igreja atual tem pessoas e meios de alcançar a população mundial com o evangelho cristão. A expectativa de Deus de que levemos o evangelho a cada criatura atualmente pode ser obedecer mais do que em qualquer outra época passada. Se Deus deu a responsabilidade missionária aos discípulos de Jesus, ele não deve ser culpado se o evangelho não se espalhar tão rapidamente quanto deveria.
Faça a sua missão enquanto você tem forças físicas. Comece já. Deus o abençoe nesta jornada.
Fiquem na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Pr. Dalmo M. Dourado

terça-feira, 28 de abril de 2015

A GRANDE SALVAÇÃO DE DEUS

Resultado de imagem para Imagem sobre olhe além desta vida evangélica
 
Olhe para além desta vida
 Para muitos de nós, a idéia de estar do lado de fora do círculo de amigos de Jó representa o mais perto que qyeremos estar do que ele passou. Ficamos assombrados com uma pergunta que é simples e, ao mesmo tempo, nos é familiar: como este homem continuou seguindo em frente quando não havia mais razão para isso?
 
Esperança de vida ou de morte
Poucos de nós experimentam a abubdância de Jó antes do teste de satanás ou de suas enormes perdas. Precisamos basear nosso pensamento numa escala menor. Como suportamos as dificuldades do dia-a-dia? de que modo as tragédias que enfrentamos afetam a nossa confiança em Deus? Quando a vida fica difícil, o que fazemos? Felizmente, não precisamos ver as perdas tão de perto quanto Jó para aprender com ele uma lição sem preço. Quando tudo o que Jó possuia se perdeu, ele manteve a sua esperança, pois ela não dependia de suas posses, de seus amigos ou de sua família. Ao invés disso, ele confiava em Deus. Ele é o único lugar em que nossa fé pode descansar segura.
 Para Jó, a esperança não dependia de ter suas posses ou sua família de volta. Ele não barganha com Deus, dizendo: "vou confiar em Ti se Tu fizeres minha vida melhorar". A vida de Jó é uma clara ilustração da verdade que Paulo expressou: "coisa alguma nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor". (Romanos 8:39). No meio das circunstâncias adversas, Jó exclama que ainda sabe duas coisas: "eu sei que o meu redentor vive" (Jó 19:25) e "verei a Deus" (Jó 19:26). Jó não se relacionou com Deus como se fosse uma idéia ou alguma força vital etérea. Deus era o redentor vivo.
 
Uma visão da ressurreição
Convencido de que Deus vive, Jó anseia vê-lo. As duas expressões de Jó 19:26 "consumida a minha pele" e "em minha carne", se combinam para eressar a consciência de Jó de que as fundações da existência estão no Deus vivo. Apesar de vistas como que através de um denso nevoeiro, estas fundações dão sentido à trágica contradição da vida atual. Armados com este conhecimento, temos uma idéia da importãncia do ensino bíblico sobre a ressurreição, tanto a de Cristo quanto a nossa.
Por causa da gravidade do sofrimento de Jó, hesitamos em nos colocar em seu lugar. Mas, na verdade, já estamos lá, do modo que mais importa. Fazemos parte dessa temporária vida física do mesmo modo que ele. Quer nos assemelhamos muito ou pouco com Jó, precisamos do mesmo Redentor que ele conhecia. Quando conhecemos o Salvador, nossa visão sobre a vida e a morte muda. Nosso Redentor vive em nós agora. Embora não possamos ver muita coisa além da morte, sabemos que Jesus está lá. seja como for, é o suficiente.
 
Caro leitor, porfie por entar pela porta estreita e tenha a esperança na vida eterna com Deus.
 
Fiquem na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.
 
Pr. dalmo Micielli Dourado

sábado, 25 de abril de 2015

JESUS ODIAVA OS HIPOCRITAS...

JESUS ODIAVA OS HIPÓCRITAS MAIS DO QUE VOCÊ OS ODEIA

Membros da sociedade feminina de uma igreja numa pequena cidade do meio oeste americano estavam preocupados porque uma viuva, membros de uma igreja e suas tres filhas não apareciam na escola dominical e nos cultos havia algum tempo. Uma das senhoras discretamente tentou descobrir porque a família tinha parado de ir à igreja e viu qual era o motivo. A mãe achava que os vestidos das filhas não eram mais adequados para irem à igreja.
Sem perder tempo,  a sociedade feminina reslveu o problema de forma generosa. Como as meninas ainda assim não apareciam na escola dominical, algumas das senhoras visitaram a família para ver se havia alguma outra nescessidade. A mãe garantiu a elas que as roupas dadas de presente eram maravilhosas. Ela se explicou: "Minhas garotas estavam tão lindas que as mandei para outra igreja mais rica".
 
Uma fé fingida
Hipocrisia! Um hipócrita é alguém que finge ser virtuoso ou religioso quando de fato não é. Alguns hipócritas sabem que são uma farsa: alguns realmente creem que são virtuosos e religiosos quando de fato são críticos e orgulhosos. Jesus tratou da hipocrisia como a mais odiosa das condições espirituais. Ele tratou os pecadores da pior espécie ranho que os incrédulos tetem distanciar de Jesuscom consideração e compaixão, mas não tinha paciência nem era solidário com os hipócritas do sistema religioso. Que estranho que os incrédulos tetem se distanciar de Jesus apontando os hipócritas na igreja! Eles estão, na realidade,  concordando com ele e deveriam considerar que outros pontos em comum eles tem com Jesus.
 
Quatro problemas básicos
Jesus tem pelo menos quatro problemas sérios com a hipocrisia dos religiosos. Primeiro, Ele despreza a pretensão deles de serem o que não são. Os hipócritas pesam que são justos; Jesus os declara meramente legalistas (Mateus 5:2). Eles acham que são exemplos de vidas significativas e de Deus para todos ao seu redor: jesus disse que são os piores exemplos de vidas vazias e sem sentido, e que podem enganar as pessoas e fazer com que se afastem de Deus.
Segundo, Jesus odeia o orgulho dos hipócritas (Mateus 23: 5 à 7). O hipócrita dá duro para criar uma reputação pública favorável, mesmo quando o caráter intrínseco não o mereça. O orgulho foi o pecado que ocasionou a queda do diabo (Isaías 14:12 à 15). Aqueles que o cultivam não são amigos de Jesus.
Terceiro, Jesus abomina o dano queos hipócritas religiosam causam aos outros que acreditam neles (Mateus 23:13 à 15). Os hipócritas gostam da admiração dos outros, mesmo que não a mereçam.
Quarto, Jesus via os hipócritas como oposiç~~ao ao caráter e propósito de Des (Mateus 23:29 à 33). Deus ama os pecadores e está preparado para perdoá-los; os hipócritas gostam de condenar as pessoas. Quando Deus julga, Ele é justo; quando os hipócritas julgam, eles são arbitrários e ásperos.
Qualquer um que decida evitar os hipócritas pode estar andando junto com Jesus sem saber que está.
 
Cuidado... Deus odeia os hipócritas. Reflita nisto.
 
Fiquem na paz de Jesus.
 
Pr. Dalmo M. Dourado

segunda-feira, 20 de abril de 2015

EM TERRA DE CEGO QUEM TEM UM OLHO É REI

OLHAR ALTIVO
Nesta madrugada fui despertado, e, fiquei horas recebendo esta mensagem de Deus à respeito deste assunto. O Olhar altivo, popular olho gordo, é algo que leva muitas pessoas a pecar,destruindo vidas através de seus pensamentos, palavras e atitudes.
Assim como Davi teve Absalão; Jesus, teve Judas e o próprio Senhor Deus teve Satanás, como seus traidores do trono, cada um de nós que estamos procurando exercer nossos ministérios e os nosso talentos, temos muitos Judas por ai a fora para nos trair
O olho altivo (olho gordo), maquina a maldade e atémesmo adestruição daqueles que procuram com sinceridade servir a Deus.
Outro dia escutei estas palavras: "o pastor não sabe, mas aqui neste ministério, todos os obreiros são muito preparados". Coisa que nos deixa muito chateados, pois, quando olhamos para os lados, vemos pessoas simples, completamente despreparados no que diz respeito aos oficios da igreja. A cultura secular e intelectual passa longe das cabecinhas, embora exista muito boa vontade, sacrifício e esforço dos mesmos.
 
ONDE ESTAMOS PECANDO
Certamente, estamos errando, na separação de pessoas despreparadas para o ministério. Apresentamos pessoas despreparadas, porque estamos com lacunas   no quadro de obreiros da nossa igreja ou simpatizamos com alguém que chegou na nossa igreja. Por tantos motivos realizamos os erros as vezes por necessidade e deixamos brechas para surgirem os nosso judinhas
Oportunistas existem em todos os lugares e até mesmo em todas as profissões, quanto mais nas igreja onde o não vigiar nos deixa vulneráveis.
 
OS DONS ESPIRITUAIS NA IGREJA
Eu não posso exercê-los porque faço parte da igreja, mas, desculpem a expressão. qualquer guaipeca, saido sei lá de onde, chega na minha igre, enche a igreja de gritos (olha que a lei nos diz que o volume máximo é de 80 decibéis), profetiza (verdadeiras adivinhações e o óbvio) da barriga da perna (arroz e feijão misturado com macaxeira), currupia à vontade eestá tudo bem (é de Deus), e os domésticos da fé de nossa igreja que pagam o preço da oração, do jejum e da consagração não tem a menoroportunidade, ou, quando as tem, sofrem críticas e até mesmo os revezes.
 
DEUS É O NOSSO SENHOR E AJUDADOR
Nunca devemos de esquecer que ninguém pode nos parar se estamos nas mãos de Deus. Levantemos nossas cabeças e prossigamos nossa jornada em o Nome de Jesus.
 
Fiquem na paz do Senhor jesus.
 
Pr. Dalmo Micielli Dourado - Doutorando em teologia (Administração Eclesiástica).

domingo, 19 de abril de 2015

O MURMURADOR

Salmo 41 - "Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o SENHOR o livrará no dia do mal. - O SENHOR o livrará e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos. - O SENHOR o sustentará no leito da enfermidade; tu renovas a sua cama na doença. - Eu dizia: SENHOR, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra to. - Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele; e perecerá o seu nome? - E, se algum deles vem ver-me, diz coisas vãs; no seu coração amontoa maldade; em saindo para fora, é disse que fala. - Todos os que me aborrecem murmuram à uma contra mim; contra mim imaginam mal; dizendo: - Uma doença má se lhe pegou; e, pois que está deitado, não se levantará mais. - Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar. - Mas tu, SENHOR, tem piedade de mim, e levanta-me, para que eu lhe dê o pago. - Por isto conheço eu que Tu me favoreces: que o meu inimigo não trunfa de mim. - Quanto a mim, Tu me sustentas na minha sinceridade e me puseste diante da tua face para sempre. - Bendito seja o SENHOR, Deus de Israel, de século em século! Amém e amém!"
Jesus preserva o necessitado
Muitos pais tem filhos rebeldes, mas poucos tem filhos que odeiam seus pais tão intensamente quanto Absalão odiou a Davi. A raiz daquele ódio era profunda, remontando ao assasinato de Urias, o marido de Bate-Seba, a sangue frio.
Na declaração: "Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre' (SALMO 41;). Davi não está se referindo ao financeiramente pobre, mas ao desamparado. Davi, o poderoso homem que enfrentou um leão e um urso em combates corpo a corpo, destemido guerreiro que matou Golias, que elevou as 12 briguentas tribos hebraicas à condição de potência mundial, definhava sozinho, sem ajuda, consumido por uma doença fatal: a doença do pecado, (Salmo 3:4), que destruia sua saúde, sua família e seus sonhos.
Embora o pecado de Davi tivesse sido perdoado, as consequências o perseguiam, como um caçador que persegue um animal ferido. Por causa de seu pecado, Davi não condenou a conspiração de Absalão e nem mesmo o estrupo cometido por Amnom contra a sua meia irmã, filha de Davi, conforme encontramos na Bíblia Sagrada em 2o. Samuel 13:1 à 18). Absalão, o filho que comia à mesa de Davi, juntou-se a um grupo crescente de pessoas que falavam mal de Davi. "Todos os que me aborrecem murmuram à uma contra mim".

CRUÉIS PALAVRAS DO MURMURADOR
O que é um murmurador? Murmurador, também conhecido como fofoqueiro, é um covarde de duas caras que nunca olha de frente para a pessoa a quem ele está tentando assassinar através de suas palavras. O murmurador é uma pessoa cruel porque espalha mentiras e meias verdades, usando expressões como " o que dizem por ai é que... ", sem qualquer comprovação. O murmurador pode ser membro de uma igreja, de qualquer círculo social ou até mesmo ser encontrado entre os círculos mais íntimos de amigos e familiares. O murmurador destrói amizades, divide igrejas e devasta lares.
Qualquer lider, seja de uma igreja, uma empresa ou comunidade, tem um Absalão em sua vida, presente no círculo mais íntimo de pessoas, fingindo ser leal. Davi teve Absalão, que morreu pendurado numa árvore. Jesus teve Judas, que se enforcou. Paulo teve Demas, que amou mais o mundo e abandonou o apóstolo. Deus teve Satanás, o traidor que estava próximo de Deus.

BUSQUE A VERDADE
O método bíblico para lidar com um murmurador é verificar se o que ele está dizendo é verdade ou não. Se for, então busque a restauração. Se não for, peça a ele que pare. Se ouvir alguém murmurando ou espalhando fofocas, confronte-o. Exija que ele encare a pessoa de quem está falando. Nunca devemos deixar um murmurador livre. os danos que ele pode causar são imensuráveis e m termo de reputações destruidas e corações despedaçados.
Não espalhe murmúrios e fofocas sobre outras pessoas. Ao contrário, proclame o poder salvador do sangue de Jesus, seu poder curador e a esperança que sua presença traz às nossas vidas.

Que deus os abençoe sempre. Fiquem na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Pr. Dalmo M. Dourado

sexta-feira, 17 de abril de 2015

UMA NOVA PESSOA NO ESPELHO

O apóstolo Paulo tinha um cuidado constante pelos cristãos vivendo no mundo e no mesmo tempo permnecendo livres do mundo. Mesmo quando Paulo estava ensinando aos crentes sobre as doutrinas essenciais da fé, ele usava palavras de ação, como andar, tirar e colocar (Efésios 4:17 à 23) para descrever a maneira intencional em que os cristãos deveriam viver. Paulo nunca descreveu uma fé passiva, mas ua fé manifestada em ações.

PARA FORA COM O VELHO
Quando falou sobre como alguém deveria viver sua fé,Paulo escreveu: "não andeis mais como andam também os outros gentios" (Efésios 4:1&). Os crentes não deveriam modelar seu estilo de vida no padrão dos não crentes ao seu redor. Paulo descreveu este "andar" como um modo de pensar - "na vaidade do seu sentido" - e de agir - "se entregaram à dissolução, para, com avidez, cometerem toda impureza." (Efésios 4:17 e 19). Seus pensamentos e modos eram fúteis e depravados, porque eles estavam obscurecidos no entendimento e tinham corações endurecidos. Em geral, pecadores que não se arrependem são incapazes de reconhecer seus pecados, sua rebelião contra Deus e a consequência final de seus pecados: a condenação eterna.
Cristãos não deveriam proceder om este estilo de vida destrutivo e pecaminoso. Eles foram redimidos do poder do pecado e até mesmo da morte, o castigo do pecado. Através da obra de Jesus na cruz, eles foram reconciliados com Deus Pai e podem obter poder Dele para resistir à tentação. Consequentemente aqueles que vredadeiramente aceitaram a jesus como Salvador e Senhor deveriam: 1) Abandonar seus antigos hábitos pecaminosos (Efésios 4:22); 2) Renovar seus entendimentos (Romanos 12:1 e 2); e 3) Colocar sua nova natureza criada por Deus para verdadeira justiça e santidade (Efésios 4:24).
 
PARA DENTRO COM O NOVO
A descrição de Paulo da vida de um crente em Efésios revela um processo maravilhoso, no qual Deus trabalha dentro do crente para mudá-lo. Para nós, descansar na obra salvadora de Jesus Cristo não significa que somos inativos. De uma vida cheia de pecados e esforços fúteis para ganhar mérito diante de Deus, nossas vidas podem ser transformadas pelo nosso relacionamento com Deus (que se tornou possível através de Jesus). Como Paulo escreveu antes nessa carta, somente "pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem ds obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8 e 9). Com a ajuda de Deus, podemos aprender como nos revestir do "novo homem" que Ele graciosamente dá a todos os que confiam Nele. (Efésios 4:24)
 
Que Deus os ajude a expulsar o velho de dentro de você e introduzir o novo para uma vida cheia de bençãos da parte Dele
 
Pr. Dalmo M. Dourado   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...