ITNJ- Cursos livres teológicos. Dísciplinas compostas de conhecimentos bíblicos e sobre vários temas históricos e atuais. Cursos presenciais e a distância informações pelo instnj@hotmail.com

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

O DOM MINISTERIAL DE PASTOR

   O verdadeiro pastorado é um dom de Deus para ser exercido, e não primeiramente um cargo para ser ocupado. O pastor pode também vir a ocupar o cargo de presidente da igreja. Se realmente o Senhor lhe concedeu o dom ministerial de pastor, e ele também for colocado por Deus para presidir a igreja, o seu ministério vem do DOM e o seu cargo através da sua eleição.
   As atividades do pastor englobam as funções de pastoreio, pregador, mestre, administrador e conselheiro.
   Como pastor, entende-se que esse ministério é um cargo ligado às ovelhas. O termo pastor, no original, significa aquele que cuida e guarda as ovelhas. Esse é o ministério que está mais relacionado a elas. O profeta "traz" Deus ao povo; o pastor "leva" o povo a Deus (ÊXODO 19:17).
   A função do pastor, como ministério recebido de Deus, compreende:

a) Dirigir, presidir e administrar o rebanho do Senhor: Sem isso, as ovelhas se desviarão.

b) Doutrinar: Para isso, o pastor precisa ser um estudante dedicado da Palavra de Deus, especialmente no que concerne à Teologia Sistemática. Um grande segredo do progresso no ministério pastoral está em doutrinar. Aqui, é preciso cuidado para não instituir "doutrinas de homens" (COLOSSENSES 2:22). O pastor, pela natureza do seu trabalho, está muito ligado ao ensino bíblico (ATOS 21:15 à 17).

c) Proteger: Se o pastor não fizer essa parte, muitas ovelhas cairão vítimas de todo tipo de males.

d) Tratar das ovelhas: Muitas caem doentes espiritualmente.

e) Alimentar as ovelhas: Uma ovelha faminta segue qualquer outro lider, além de outros males que lhe atingem.

f) Visitar: É outra função, exercida diretamente ou através de comissões.

g) Disciplinar: O termo disciplina envolve primeiramente o sentido de instrução, admoestação e correção, e não o de castigo e punição. para fazer tudo isso, o pastor precisa estar sempre cheio do amor de Deus pelas ovelhas, pelos perdidos, pelos fracos e faltosos, por todos.

   Como pregador, entende-se que o ministério pastoral também está ligado aos pecadores. Pregar é um encargo do pastor relacionado aos pecadores. Como mestre, compreende-se que o ministério pastoral inclui o encargo de educador, doutrinador e ensinador. Como administrador, o pastor tem o encargo de dirigir e presidir. Como conselheiro, um encargo de ordem pessoal.

   Um exemplo de pastor nas páginas do Novo Testamento é Tiago (ATOS 15:13 e 21:18). Diz á tradição que seus joelhos eram calejados como os de um camelo, de tanto orar ajoelhado.
   As necessidades do pastor estão bem resumidas em JEREMIAS 3:15 "E vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com ciência e inteligência". Jesus foi o maior exemplo de pastor. Sobre esse seu ministério, Isaías profetizou: "Como pastor, apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as que amamentam, Ele guiará mansamente" (ISAÍAS 40:11). 

   Jesus afirmou: "Eu sou o bom pastor: o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas" (JOÃO 10:11).

   Depois dessa explanação, você ainda quer ser um pastor?

   Deus abençoe a todos. Fiquem na paz de Jesus.

   Pr. Dalmo Dourado - ITNJ 

3 comentários:

  1. Ter esse dom e chamado na minha opinião é uma das funções de mais responsabilidade que há na obra de Deus...hoje em dia tá difícil encontrar pastores que verdadeiramente refletem a conduta de um bom líder...muitos não tem mais visão espiritual e são guiados pela carne, pelas aparências ou pela avareza.
    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom é fazer chegar as pessoas a palavra de DEUS vcs estao de parabems Luciano jose da Silva gomes (paris, France.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ele será muito importante. Obrigado pela sua visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...