ITNJ- Cursos livres teológicos. Dísciplinas compostas de conhecimentos bíblicos e sobre vários temas históricos e atuais. Cursos presenciais e a distância informações pelo instnj@hotmail.com

quarta-feira, 18 de maio de 2011

GUARDE AS PENAS

Não há como trazer palavras de volta - Certa vez um membro de uma igreja, conhecido por fazer fofocas e dizer meias verdades, foi ao pastor e pediu ajuda.
- Disse: quero me retratar. Quero reparar todas as coisas ruins que disse e fazer as pazes com Deus e com meus vizinhos, além de pedir perdão por tudo o que eu disse.

- O pastor pediu que o homem o encontrasse no jardim da igreja. Enquanto isso foi até seu escritório e pegou um travesseiro de penas. Colocou-se diante do homem e abriu o travesseiro, deixando que todas as penas voassem pelo jardim. O pastor pediu ao homem para que recolhesse todas as penas. Depois de horas de tentativas infrutíferas, o homem retornou ao pastor, o qual então lhe disse:
- Depois que as palavras saem da boca, são como penas voando ao vento. Não importam as suas boas intenções em recolher de volta todas as palavras ferínas que foram ditas, pois isso simplesmente não pode ser feito.

- Põe uma guarda - Davi disse ao Senhor: "Põe, ó Senhor, uma guarda á minha boca; guarda a porta dos meus lábios." Salmo 141:3.
Davi estava pedindo ajuda a Deus para controlar as palavras que saiam  de sua boca "para não delinquir com a minha língua". Ele também prometeu: "enfrearei a minha boca" Salmo 39:1.
O teste de validade de toda conversa é:  as palavras que estão sendo ditas são realmente verdadeiras? Elas são necessárias? São gentis? Elas glorificam a Deus: (Filipenses 4:8). Se sua conversa não está de acordo com este critério é preciso mudar as palavras. A mudança está totalmente sob o nosso controle, pois a boca somente fala as palavras que o nosso cérebro permite que sejam ditas.

- As palavras têm poder - Há poder nas palavras ditas.
"A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto" Provérbios 18:21.
Ao justapor duas alternativas extremas - vida e morte - as Escrituras nos dizem qual efeito podemos causar aos outros. Através de palavras difamatórias, podemos distruir todo o bem que uma pessoa tenha feito - ou soprar nova vida em outra pessoa através de palavras de esperança e encorajamento.
A mais poderosa responsabilidade da boca é responder ao chamado da salvação. A salvação é para todos? Não, ela é apenas para aqueles que confessam com a boca que Jesus é Senhor e com o coração creem que Deus o ressuscitou dos mortos - Romanos 10:9.
A exprressão "se dissermos" está registrada em diversas passagens bíblicas, porque aquilo que dizemos controla o nosso destino física, espiritual e eternamente. Ao levantar pela manhã, voc~e diz: "este é o dia que fez o Senhor; regozigemo-nos e alegremo-nos nele", ou "Que cisa! mais um dia de trabalho - que droga!"?
A Bíblia sagrada cita muitas das doenças da língua: falar demais (Provérbios 10:19); palavras ociosas (Mateus 12:36); mentira (Apocalipse 21:8) e falsos elogios (Provérbios 29:5).

- Nossas palavras voltarão a nós - Deus cobrará de nós a responsabilidade por todas as palavras no dia do juízo. "Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo.  Porque por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado". Mateus 12:36-37.
tal qual penas ao vento, nossas palavras não podem ser recolhidas de volta depois de terem saido de nossa boca. Precisamos colocar guarda em nossa boca.
BRF/SBB

Texto Base - Salmo 141

"Amado leitor: Deus o ajude a guardar suas palavras. Nunca fale demais. Pense duas vezes antes colocar sua língua em ação. Deus os abençõe" Pr. dalmo Dourado
    

7 comentários:

  1. Amém, que consigamos controlar a língua. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pr. Dalmo!
    Gostei muito do texto.
    Realmente as nossas palavras tem poder, por isso, como disse o Cláudio, temos que cuidar com a nossa língua.

    Fiquei feliz com a sua visita no meu blog.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Mulher de Deus - fez comentários ref a esta postagem. Elogiando a mesma no meu blog.

    bjinho te amooooooooooo

    ResponderExcluir
  4. oi dalmo, tudo bem?

    muito bom seu texto. quem controla a língua é sábio. mas infelizmente, nossa humanidade ambígua acaba por provocar exatamente o que tiago disse que não poderia acontecer: da mesma fonte sair água boa e água ruim. já disse muita coisa da qual me arrependi. mas, de certo que as palavras ditas não voltam mais. vamos nos policiar quanto a isso.

    abraços e paz

    ResponderExcluir
  5. Caro Pr. Dalmo,

    A Paz do Senhor!

    Estou aqui a convite da Missionária Bella Dourado. Conhece?

    Tive a alegria de fazer amizade com pessoas como vocês. Que bom ser irmão de um povo tão bom!!!

    Deus abençoe sua casa!

    Forte Abraço.
    No Amor de Cristo!

    ResponderExcluir
  6. Abençoado seja o Sr pastor por tão pelos textos! Eu me sinto em paz em poder sentir a presença de Deus neste seu espaço.
    Um grande abraço,
    Tania

    ResponderExcluir
  7. Por ter a certeza que é melhor ficar de boca fechada e ainda quando falar vigiar muito, é que eu não gosto de ficar passeando na vizinhança, nem em reuniões de grupos que discutem utopias.

    Acho uma falta do que fazer tremendo.
    Talvez esta seja uma das razões que amigos de sexos opostos sejam mais leais, e afinados do que com o mesmo sexo.

    Realidade seja dita, bancada de salão de beleza, sala de costura, e reuniões diárias de comadre a maior parte dos assuntos "são penas soltas no ar" sem a menor noçao da proporção que tomarão ao vento.

    Bjosssssssssssss te amo e adorei este post.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ele será muito importante. Obrigado pela sua visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...